Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de março de 2017

Pitbulls on Crack - Fotos Gravação CD Lift Off 1996


Pitbulls on Crack

Fotos Gravação do CD Lift Off

Estúdio Spectrum - São Paulo / SP

Entre março e julho de 1996


Luiz Domingues no primeiro plano e Chris Skepis no segundo. Linha de frente das cordas da banda, fazendo guia para o baterista Juan Pastor gravar sua bateria. Março de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo



Luiz Domingues barbudo e pronto a usar o Fender Precision na gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, na guia para a gravação da bateria, início dos trabalhos de produção desse álbum. Março de 1996.



Deca no dia de executar guia para a gravação de bateria nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Juan Pastor pronto a começar a gravar a bateria do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum em São Paulo / SP, março de 1996


Juan Pastou gravando a bateria do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Março de 1996, no estúdio Spectrum, São Paulo / SP


Pelo que vê-se na foto, o kit usado na gravação de bateria do CD Lift Off foi o usual, sem maiores sofisticações : peças básicas + dois tons e um surdo e o trivial dos pratos : dois crash e um ride. Março de 1996.



Juan Pastor gravando o CD Lift Off, do Pitbulls on Crack no estúdio Spectrum, em São Paulo / SP. Março de 1996



Juan Pastor concentrado na gravação de bateria das canções do CD Lift Off, em março de 1996



Juan Pastor em ação, gravando sua bateria no CD Lift Off, março de 1996.



Devido às características do estúdio Spectrum, que adaptou-se à uma antiga residência, a comunicação entre a casinha do baterista e a sala da técnica só era possível via monitor interno de TV. Incrível, foto de março de 1996 e a defasagem tecnológica revela-se abismal em se comparando à atualidade de 2017 e convenhamos, 21 anos  não é tanto tempo assim... Juan Pastor aparecendo no monitor e Luiz De Caro no canto inferior direito da foto



Juan Pastor sendo visto no monitor de TV interna, instalado na sala da técnica do estúdio Spectrum, em março de 1996. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack



Bateria Pearl com aquele tipo de armação "modernosa" para suporte de tons e pratos. Juan Pastor em ação, gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, no estúdio Spectrum em São Paulo. Março de 1996



Gravações do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Juan Pastor à bateria. Março de 1996. Estúdio Spectrum em São Paulo



Juan Pastor gravando a bateria do CD Lift Off do Pitbulls on Crack, março de 1996



Juan Pastor em ação, gravando o CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum, São Paulo. Março de 1996


Mais uma foto da sessão de gravação da bateria do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Março de 1996. Juan Pastor em ação.



Juan Pastor a gravar o CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Março de 1996




Juan Pastor a gravar o CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Março de 1996


Juan Pastor a gravar o CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Março de 1996


Juan Pastor a gravar o CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Março de 1996 



Juan Pastor no dia de gravação da bateria do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Março de 1996 no estúdio Spectrum de São Paulo




Juan Pastor no dia de gravação da bateria do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Março de 1996 no estúdio Spectrum de São Paulo



Luiz Domingues gravando o baixo das músicas do CD Lift Off, noite de 27 de março, acompanhado do técnico Luiz De Caro, no estúdio Spectrum, localizado no bairro do Ipiranga, zona sudeste de São Paulo. 


Gravando o baixo de todas as músicas do CD Lift Off, e "secando" o Corinthians, mas de forma respeitosa para com o técnico e corintiano fanático, Luiz De Caro...27 de março de 1996, no estúdio Spectrum, em São Paulo. E o Mogi Mirim venceu o jogo por 1 x 0...haja olho gordo de palmeirense...


Faltou iluminação e / ou flash nessa foto, mas eis aí o meu set de gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack : amplificador Gallien Krueger; caixa Ampeg 4 x 10; Caixa handmade 1 x 15; Baixos : Fender Precision (só pelo detalhe do headstock), no canto esquerdo; Fender Jazz Bass no centro e Rickenbacker no canto direito.


Set de gravação de Luiz Domingues nas gravações do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, em março de 1996. Mesmo posicionamento no quadro, da foto anterior, só mudou o ângulo do fotógrafo.


Na sala de gravação de baixo, testando o Rickenbacker. Luiz Domingues em ação no dia da gravação de baixo das canções do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum, São Paulo. Março de 1996


O intrépido Fender Precison trabalhando em prol do Pitbulls on Crack, nas mãos de Luiz Domingues. Estúdio Spectrum, março de 1996


Luiz Domingues usando o Fender Jazz Bass. Que faixa estaria sendo gravada nesse instante ? Desconfio que possa ter sido "The Dying Day", onde lembro-me de ter usado esse baixo. 27 de março de 1996. Estúdio Spectrum, São Paulo.



Mais uma panorâmica do set de gravação de baixo para o CD Lift Off. Amplificador Gallien Krueger e caixa Ampeg 4 x 10. Instrumentos, da esquerda para a direita : Rickenbacker; Fender Precision e Fender Jazz Bass.



Luiz Domingues em ação com o Rickenbacker sendo usado. Muitas faixas do CD Lift Off foram gravadas com esse baixo e seu timbre característico. Arrisco dizer que estou fazendo o riff em looping da música "Overload", com a mão situada em entre as notas Ré e Mi da corda La. 27 de Março de 1996



Corda Mi soando longa, é isso ? Que música Luiz Domingues estaria gravando nesse instante ? 27 de março de 1996, estúdio Spectrum, de São Paulo. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack.



Só posando para a foto, o baixo Rickenbacker nem estava plugado no amplificador. Luiz Domingues no dia da gravação do baixo para as músicas do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack



O encorpado e sempre aveludado Fender Jazz Bass em ação nas mãos de Luiz Domingues. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack.



Mais uma foto do set de gravação do baixo no CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, em março de 1996. Na linha de frente, os "meninos", Fender Precision; Fender Jazz Bass e Rickenbacker, com uma caixa handmade na parte de trás e acima (1 x 15) e sob uma caixa Ampeg, 4 x 10. Com exceção da caixa caseira de 1 x 15, um kit de alto nível para gravar um disco



Chris Skepis timbrando sua Gibson Thunderbird, no dia de sua gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum, de São Paulo



Chris Skepis só brincando de fazer solo na sala de gravação da guitarra. Esqueceram de avisar o fotógrafo Luiz Domingues que o dedo não pode ficar próximo à lente de uma câmera, num ato de amadorismo atroz...estúdio Spectrum, São Paulo. Março de 1996



Agora era para valer...hora de trocar as cordas da guitarra.Chris Skepis trabalhando no dia de gravação de sua guitarra base do disco Lift Off, do Pitbulls on Crack



Trocando de guitarra para usar em outra faixa do disco Lift Off, do Pitbulls On Crack. Chris Skepis agora preparando a Fender Stratocaster. Abril de 1996, estúdio Spectrum, São Paulo.



Essa Ibanez, apesar de ser uma guitarra subestimada geralmente por músicos mais exigentes, rendia bem. O Chris Skepis usou-a inúmeras vezes ao vivo nos shows do Pitbulls on Crack e também foi utilizada na gravação do CD Lift Off, caso dessa foto acima.


Chris Skepis sorri com sua guitarra Ibanez em mãos. Dia de gravar as bases de guitarra do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo 



Chris Skepis no destaque, mais uma vez. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996


Momento de pausa na gravação da guitarra. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum.


Chris Skepis realizando testes com a timbragem da Fender Stratocaster. Deca auxiliando, ouvindo e opinando. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum.


Chris Skepis preparando suas guitarras e amplificador para gravar as bases das músicas do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum, São Paulo.


Chris Skepis tocando com sua Fender Stratocaster e Deca ouvindo o som para opinar sobre o timbre. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo


Gravação do CD Lift Off, com Chris Skepis preparando a sua guitarra Fender Stratocaster. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo


Mexendo nos pedais, preparando o som para gravar. Chris Skepis no dia de gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo



Ah...esse é o Chris Skepis em sua normalidade, a la Sinal Tap, sempre brincando. Dia de gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo


Afinar é preciso, como poderia ter dito Fernando Pessoa...Chris Skepis no dia de gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo


Essa caixa Marshall não era ideal para nada além de estudar em casa ou tocar em apresentações intimistas de pequenas casas noturnas, pela sua potência modesta, mas o cabeçote da Fender, uma reedição do clássico modelo "Band Master" dos anos sessenta, tinha timbre de "gente grande". Chris Skepis no dia de gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo


Pela expressão facial de Chris Skepis, parece que o fotógrafo está incomodando. Esses paparazzis...sempre inconvenientes...abril de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo 



Na sequência, Chris Skepis parece ter absorvido a presença do inconveniente fotógrafo...abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo.


Dia da gravação da guitarra do Chris Skepis, mas o Deca ajudou bastante no processo, fazendo papel de coprodutor. Abril de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack


Mais uma foto com destaque para o set de gravação da guitarra base feita pelo Chris Skepis, em abril de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Chris no canto direito da foto


Mais testes preliminares  com a Fender Stratocaster. Chris Skepis no dia da gravação das bases de guitarra do CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo.



Pela expressão facial, o timbre estava agradável. Chris Skepis no dia de gravação das bases de guitarra do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Abril de 1996. Estúdio Spectrum de São Paulo


A hora e a vez do Deca colocar suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 




Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 




Deca mexendo no amplificador, na busca pelo timbre ideal para  sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Deca fazendo um super "bending" na sua Fender Stratocaster, especialmente para o registro do click. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Deca e sua outra Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 



Deca performático, com sua Fender Stratocaster em mãos.
Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 



As duas torres gêmeas do Deca...Fender Stratocaster em dose dupla. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off



Deca no dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 




Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 




Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 



Vez da Fender Stratocaster preta. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 




Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


O negócio é fuçar nesse cabeçote Marshall. Deca no dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off

Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Et Dieu Créa les Fender Stracaster...as duas guitarras do Deca no dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off



Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Índio quer apito...quer dizer...slide !!  Deca no dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Deca acrobático em espaços digamos, minimalistas. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 



Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off



Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Afinar é de bom alvitre...Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off


Hora de trocar de guitarra para gravar outra faixa. Deca e sua Fender Stratocaster. Dia de gravação de suas bases e solos nas músicas do Pitbulls on Crack. Abril de 1996, no estúdio Spectrum de São Paulo, gravando o CD Lift Off 


Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis afinando um violão modelo "folk". Músicas como "Candle Light" e "Dying Day" tiveram esse reforço acústico. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis acabou de afinar um violão modelo "folk". Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 


Gravação dos instrumentos acústicos. Deca afinando um violão Fender, modelo "folk". Músicas como "Candle Light" e "Dying Day" tiveram esse reforço acústico. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 


Deca não perde a afinação, tampouco a piada...gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 


Outro dia de gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis afinando um violão modelo "folk". Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Gravação dos instrumentos acústicos. Deca tocando seu violão Fender. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 


Gravação dos instrumentos acústicos. Deca afinando um violão Fender, modelo "folk". Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis afinando um violão modelo "folk". Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 


Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis afinando um violão modelo "folk". Nessa foto, nota-se o reforço de um segundo microfone, Neumann, com o objetivo de capturar a ambiência da sonoridade do violão. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996  


Chris afinando e Deca observando. Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Uma dupla Folk, com certeza...Deca & Chris Skepis. 
Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Chris Skepis gravando com um instrumento acústico tradicional na cultura grega, chamado "Buzuki". Na faixa "Candle Light" ele foi usado para dar uma sonoridade folk europeia à canção. Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 



Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis tocando com o tradicional instrumento grego, "Buzuki", que foi usado na faixa "Candle Light". Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996



Gravação dos instrumentos acústicos. Chris Skepis tocando com o tradicional instrumento grego, "Buzuki", que foi usado na faixa "Candle Light". Neste ângulo, dá para ver o corpo traseiro do instrumento que é bastante abaulado e ricamente trabalho no seu acabamento. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Visto por esse ângulo, o "Buzuki" grego, lembra outros instrumentos acústicos do floclore europeu, como o "Mandolim" e a guitarra portuguesa. Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


O "Buzuki" grego visto por outro ângulo. Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Chris Skepis e o "Buzuki" grego, mais uma vez. Gravação dos instrumentos acústicos. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996



Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Chris Skepis acertando-se com o fone de ouvido...Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Na sala da técnica aguardando os ajustes do técnico para dirigir-se à sala de gravação de voz, Chris Skepis à esquerda. José Reis, roadie da banda ao centro e Juan Pastor no canto direito da foto. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Chris Skepis perto do técnico Luiz De Caro, que acertava os paramétricos para dar início aos trabalhos da gravação. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Chris Skepis acertando-se com a sua cola de letras das canções. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Chamem George Romero, pois encontramos um zumbi convincente, vocalista de uma banda de Rock para os seus filmes... 

Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Chris Skepis em ação. Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo



Opa, postura quase britânica, só faltou inverter a palma da mão para o insulto caracterizar-se...Chris "Oasis Gallagher" Skepis...
Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Incorporação mediúnica...Marc Bolan acabou de baixar em Chris Skepis ! Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo


Space Invaders no estúdio... David Bowie chegou num disco voador com as Aranhas de Marte !! Gravações do voz do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack. Por volta de maio de 1996, estúdio Spectrum de São Paulo 


Nem Meat Loaf devia ser tão melodramático, hein ?
Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996



Outra sessão de gravação e pausa para molhar a garganta. Chris Skepis gravando sua voz no álbum Lift Off do Pitbulls on Crack, por volta de maio de 1996. Estúdio Spectrum, em São Paulo



Mais um dia de trabalho para Cris Skepis. Ser o único cantor da banda, dava trabalho demais, obrigando-o a fazer mais sessões individuais para suprir tudo e não forças as cordas vocais. Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Era o Pitbulls on Crack, sem dúvida alguma...sempre um clima de Monty Python no ar...Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Aceita um isotônico ? Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Fone de ouvido ou joystick ?  Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996 



Gracias señior... Gravação do álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum de São Paulo. Entre abril e maio de 1996


Convidado ilustre, o grande (e hoje saudoso, infelizmente), multi instrumentista, Marcus Rampazzo, trouxe sua colaboração gravando o instrumento indiano, "Tambura", na faixa "Shadow of the Light". A ideia era colocar uma cítara, mas devido à harmonia da música que foi baseada em Sol maior, tal tonalidade era incompatível para atuar junto com a cítara, que trabalha em outro sistema tonal e nem sempre adequa-se com instrumentos ocidentais. Sendo assim, ele trouxe a tambura, que não tem a mesma rigidez, visto mais fazer uma base monocórdica e independente de choques entre os sistemas tonais ocidental e oriental.


O grande Marcus Rampazzo em ação, gravando o instrumento indiano "Tambura" no disco Lift Off, do Pitbulls on Crack, em junho, aproximadamente, de 1996. Estúdio Spectrum, São Paulo


Bem, nem precisa descrever, Marcus Rampazzo pronto para gravar a "Tambura" na faixa "Shadow of the Light" do CD Lift Off do Pitbulls on Crack, mas sob clima de galhofa da parte de Chris Skepis (esquerda) e Deca (direita). Junho de 1996, mais ou menos


Pois é, tocar uma tambura não era exatamente uma moleza. Cordas duras ao extremo e lisas, devem machucar a ponta dos dedos, como o saudoso Rampazzo denunciou nesse flagrante da foto. Junho de 1996. gravando o álbum Lift Off do Pitbulls on Crack, no estúdio Spectrum de São Paulo.


Marcus Rampazzo e a "Tambura" indiana, com Deca vivendo um momento "Bollywoodiano", digamos...Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum. Junho de 1996, aproximadamente. 



Will Carrara, que era percussionista da banda "Homem do Brasil, na época, gravou percussão em algumas faixas de nosso disco. "Candle Light" entre elas. Nessa foto, Will ataca os bongôs e por isso, deduzo que estava gravando sua participação e na faixa, "Candle Light", mesmo. Por volta de junho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack.



O percussionista convidado, Will Carrara usando o pandeiro "meia Lua". Por volta de junho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack.


O percussionista convidado, Will Carrara posando com seu kit de instrumentos de percussão, pronto a atuar na gravação. Por volta de junho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack.


Hora das congas ! O percussionista convidado, Will Carrara usando o pandeiro "meia Lua". Por volta de junho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. Gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack.


Reforçando o ritmo com o uso dos caxixis. Will Cararra em ação, gravando no álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, no estúdio Spectrum de São Paulo


De novo nos caxixis. Will Cararra em ação, gravando no álbum Lift Off, do Pitbulls on Crack, no estúdio Spectrum de São Paulo


Aguardando instruções da sala da técnica, Will Carrara pronto para gravar sua percussão. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.




O multi instrumentista, Johnny Boy, trazendo seu poder de improviso e improvisação. Ele gravou piano acústico e elétrico; órgão Hammond e sintetizador em algumas faixas do disco. Pode ser que nessa foto estivesse gravando a faixa "Death on the Christmas Day". Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum em São Paulo, junho de 1996, aproximadamente 



Johnny Boy, convidado especial do Pitbulls on Crack, que tocou teclados no disco Lift Off. Gravação no estúdio Spectrum, de São Paulo, em junho de 1996, aproximadamente.




Johnny Boy gravando, com Chris Skepis ao fundo observando.
Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum em São Paulo, junho de 1996, aproximadamente 


Johnny Boy tocando e buscando timbres, com o técnico Luiz De Caro mexendo num módulo com simulações de timbres de teclados clássicos, provavelmente midiado ao teclado, para efetuar a gravação. Chris Skepis ao lado esquerdo, observa. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum em São Paulo, junho de 1996, aproximadamente 


Johnny Boy, trazendo seu brilho ao disco. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum em São Paulo, junho de 1996, aproximadamente  


O multi instrumentista, Johnny Boy, atuando bem aos teclados, como convidado especial. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum em São Paulo, junho de 1996, aproximadamente  


Ricardo Confessori, baterista da banda de Heavy Metal, Angra, na ocasião, foi nosso convidado especial, tendo gravado uma faixa no disco Lift Off : "The Dying Day". Da esquerda para a direita : Juan Pastor e Ricardo Confessori na parte de cima e agachado, Deca. Estúdio Spectrum, em São Paulo


No primeiro plano, sem camiseta, Ivan Busic, genial baterista de longa e prolífica carreira, gravou bateria na faixa "Plastic Surgery Brain". Depois de Ivan Busic na foto, Juan Pastor e Chris Skepis. Encoberto e por detalhe no canto superior esquerdo, Deca. Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, estúdio Spectrum, em São Paulo


Da esquerda para a direita : Chris Skepis; Juan Pastor e Ivan Busic. Em pé, encoberto, Ítalo Robson Marchezini, um dos proprietários do estúdio. De costas, Deca. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


O monitor do circuito interno do estúdio Spectrum, sintonizado na sala de gravação de bateria e mostrando em destaque um "banner" fazendo propaganda da emissora 89 FM.


Chris Skepis no perfil, num momento de zoom close up... Gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack. Estúdio Spectrum, São Paulo. 


Da esquerda para a direita : Deca; Juan Pastor e Chris Skepis. De costas, um dos donos do estúdio Spectrum, chamado Ítalo Robson Marchezini. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996.


Chris Skepis & Deca. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Luiz Domingues (esquerda) e Deca (direita). Ao fundo, Juan Pastor e Ítalo Robson Marchezini. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


Deca (de costas no primeiro plano), Juan Pastor à esquerda e Ítalo Robson Marchezini (um dos proprietários do estúdio, encoberto); Chris Skepis à esquerda. Debruçado sobre a mesa : Luiz De Caro. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Ítalo Robson Marchezini, de costas e Chris Skepis ao seu lado. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


A reportagem da emissora de TV, MTV, foi filmar uma entrevista no estúdio, cobrindo a gravação do CD Lift Off do Pitbulls on Crack. Cerca de junho de 1996. Da esquerda para a direita : Chris Skepis; Deca; Gastão Moreira (MTV); Juan Pastor e Luiz Domingues.


Mesmo posicionamento da foto anterior. Clássica segunda foto  na prerrogativa do "só para garantir"... MTV visitando o Pitbulls on Crack no estúdio Spectrum, de São Paulo, 1996


Deca (esquerda), e o roadie da banda e amigo de sempre, José Reis (direita). Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


O Pitbulls on Crack não tinha outros vocalistas e e nem backing vocals fazíamos. Chris Skepis cantava sozinho o tempo todo e nem reforço nos refrães existia. Nessa foto acima, Deca está só brincando, na verdade. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.  


Da esquerda para a direita : Deca, o roadie José Reis e Chris Skepis.
Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Da esquerda para a direita : Chris Skepis; Deca e Juan Pastor. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.



No centro da foto : Luiz Domingues e atrás à esquerda, Juan Pastor e Ítalo (direita). Ao lado de Ítalo Robson Marchezini, de costas com camiseta preta, o técnico, Luiz De Caro. à direita, só pelo rosto, Chris Skepis e no canto direito, semi encoberto, Deca, usando camiseta branca


Chris Skepis (esquerda) e Juan Pastor (direita). Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Juan Pastor no destaque. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Chris Skepis no destaque. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


 Da esquerda para a direita : Chris Skepis; Juan Pastor e Luiz De Caro, de costas. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 



De costas, Juan Pastor. Ao lado, encostado na mesa, o técnico de gravação, Luiz De Caro. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 



Deca (esquerda) e Luiz Domingues (direita), fazendo uma foto engraçadinha, simulando sabotar a mesa de mixagem...
Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Juan Pastor na sala da técnica ouvindo resultados parciais da mixagem do álbum. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


Ítalo Robson Marchezini, um dos proprietários do estúdio Spectrum. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Folheando uma antiga revista "Pop", dos anos setenta, Juan Pastor na sala da técnica. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


A velha máquina "Tascam" de 24 canais. Tempo bom da gravação tradicional e analógica e que nessa época estava por um triz para cair em desuso, graças aos avanços da tecnologia, com a linguagem digital dos computadores chegando aos estúdios. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


O Pavarotti do bairro do Ipiranga, talvez ? Pura pilhéria de Luiz Domingues, na verdade, pois não haviam backing vocals  nessa banda, como já salientei. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 


Luiz De Caro, o técnico de som do estúdio Spectrum e que também era guitarrista, tocando na noite paulistana com a banda de covers, "Mig 25". Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Mais um brincalhão, Deca simula estar gravando voz, quando na verdade, só o Chris colocava a garganta para funcionar nessa banda. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Juan Pastor com a companhia de sua namorada, Carol, que fora minha aluna por um período bom entre 1994 e 1996. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Chris Skepis sendo assustado pelo outro dono do estúdio, Alcir Gonçalves Lasneau. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Insistindo em cantar árias de óperas, o pseudo tenor Luiz Domingues em ação...Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Deca vampirizando o técnico Luiz De Crao em clima de Transilvânia...vade retro, Dracul ! Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.  


Clima de camaradagem entre Chris Skepis (esquerda); Juan Pastor (sentado ao centro) e Ítalo Robson Marchezini (direita). Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Visita iulustra no estúdio, o jornalista superb, Antonio Carlos Monteiro, na época representando a revista Rock Brigade, foi conferir o som quase finalizado nas sessões de mixagem do álbum. Da esquerda para a direita : Deca; Antonio Carlos Monteiro e Chris Skepis. Sentado, o técnico de gravação, Luiz De Caro


Da esqquerda para a direita, em pé : Luiz Domingues; Juan Pastor e Carol. Sentados : Luiz De Caro (técnico de gravação, usando camiseta preta); Alcir Gonçalves Lasneau (um dos proprietários do estúdio e auxiliar de mixagem); Chris Skepis e Deca. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Quase o mesmo posicionamento da foto anterior, com a diferença de que Juan Pastor e Carol estão agora sentados e semi encobertos. E os gracejos intensificaram-se, também. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.  


Luiz De Caro, o técnico de gravação em destaque, em frente á mesa de mixagem e do lado esquerdo, acima, a histórica máquina de gravação, "Tascam". Do lado direito, acima e semi encoberto, Deca. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


-"Alô, mandem pizzas, por favor"... Deca ao telefone e Luiz De Caro pelo detalhe no canto esquerdo da foto. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo.


Luiz Domingues no destaque de uma foto recortada. Juan Pastor atrás, por detalhes. Sessões de gravação do CD Lift Off, do Pitbulls on Crack, entre março e julho de 1996, no estúdio Spectrum, de São Paulo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário